O primeiro cachorro a gente nunca esquece - Você Mais Seguro
17533
post-template-default,single,single-post,postid-17533,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

O primeiro cachorro a gente nunca esquece

O primeiro cachorro a gente nunca esquece

Se você está considerando adotar ou adquirir um cachorro pela primeira vez: vou trazer algumas dicas muito úteis para você!

Você está preparado para ter um cachorro?

Você sabia que no Brasil havia, em 2015, uma média 1,8 cachorro por domicílio? Essa média é maior do que a de crianças por domicílio! E se você está pensando em se juntar a essa estatística, seja adotando ou adquirindo um cachorro, estou preparando um guia prático com muitas dicas boas!

Ter um cachorro é ter um companheiro para todas as horas, mas, antes de pegar um para chamar de seu, não se esqueça que é um comprometimento de longo prazo. É um animalzinho que estará sob sua responsabilidade; cães são mais dependentes de seus donos do que os gatos e peixes, por exemplo. Portanto, se você tem em mente obter um cão deve pensar no seu dia-a-dia: sua rotina é estável? Você viaja muito à trabalho?

Uma dica valiosa é que hoje existe um mercado em crescimento para nos ajudar também: existe um mercado de Pet Sitter se especializando, que pode nos aliviar um pouco na falta de tempo na correria do dia-a-dia: vale a pena pesquisar! No caso de viagens de viagens inesperadas, existem hoje várias opções de hospedagem de animais – para todos os gostos e bolsos!

Uma vez refletido sobre sua rotina, o próximo passo é quanto a viabilidade: se você mora em apartamento, por acaso, existe alguma restrição quanto a ter um pet em casa, nas normas do condomínio? Sempre melhor checar para não ter surpresas.

+ Veja Também:   Doença do Carrapato: tudo que donos de cães devem saber

Essas são algumas das primeiras questões a serem analisadas e refletidas para quem está pensando em ter um companheiro quatro patas em casa! E, por experiência própria, vale muito a pena!

É muito importante um acompanhamento de um veterinário de perto. Procure um plano de saúde para cachorro pois são muitas consultas e exames necessários.

Qual seria o seu cão ideal?

Uma vez feito a cabeça de que você quer e pode ter um cachorro, vamos para o próximo passo: qual seria o seu companheiro ideal?

Primeiro ponto a ser considerado: tamanho! Não apenas do ponto de vista do seu espaço físico disponível (seja casa ou apartamento), mas até mesmo em relação aos gastos: cachorros maiores consomem muito mais ração, produtos de higiene, remédios para pulgas e carrapatos, e, até mesmo, as coleiras e camas são mais caras. Devemos sempre ter em mente esses pequenos detalhes.

+ Veja Também:   O que revisar no carro antes de viajar?

Mas nem sempre o menor é o ideal, dependendo do lugar onde você mora. Alguns cães de porte pequeno são bastante agitados e latem muito, e isso pode gerar desgaste com seus

vizinhos; enquanto alguns cachorros de porte médio e grande são mais calmos e não fazem muito barulho.

Cada raça de cão tem uma tendência e você pode ir pesquisando aquela que mais se adapta as suas características: se você é uma pessoa mais agitada e que gosta de atividades ao ar livre, um cão com mais energia, tipo um Beagle ou Labrador, poderia te acompanhar nesses passeios, e pode ser o ideal para você.

Sempre temos alguma preferência quanto a alguma raça em particular, mas devemos analisar se essas raças são compatíveis com o nosso estilo de vida e de nossa família; nem todas as escolhas são óbvias. Cães de porte pequeno (e toy) exigem menos exercícios, mas eles se machucam com mais facilidade, e pode não ser o ideal para famílias com crianças pequenas.

+ Veja Também:   Como deixar seu seguro de carro mais barato

Se você mora em apartamento, mas prefere um cão de porte médio ou grande, você pode analisar se ele terá acesso diariamente a um lugar mais amplo, para se exercitar diariamente. Caso tenha, essa pode ser a solução ideal para sua demanda.

Ter um cachorro, apesar de ser uma responsabilidade, é uma troca diária; o ganho desta relação de amor é algo imensurável! Apenas quem já teve um sabe o quão especial é chegar em casa depois de um longo dia de trabalho cansativo e ser recebido com tanto amor e carinho. Para quem tem criança, um cão pode ensinar à elas o senso de responsabilidade e cuidado que é muito importante na formação do caráter. Enfim, recomendo à todos!

Segundo Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) feita pelo IBGE em 2015. Referência: https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/brasil-tem-mais-cachorros-de-estimacao-do-que-criancas-diz-pesquisa-do-ibge-16325739

No Comments

Post A Comment

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu