Cuidados com o carro parado por muito tempo

cuidados com o carro

Cuidados com o carro parado por muito tempo

Você sabia que os cuidados com o carro não se restringem apenas aqueles veículos que já rodaram muito?

“Veículo sem uso por mais de 15 dias pode apresentar problemas mecânicos

Bateria e pneus são os dois itens que mais exigem atenção / Divulgação

                                             *Bateria e pneus são os dois itens que mais exigem atenção

Tem muita gente que pensa que carro parado é carro conservado. Os especialistas acham o contrário. Dependendo da forma como o carro foi mantido e a duração do tempo que o veículo passou inativo, a parada pode até ser prejudicial. E não apenas a bateria sofre com a falta de atividade. Mecânica e lataria também podem ser agredidas. “Carro foi feito para rodar”, diz o consultor técnico Alexandre Costa, da Alpha Consultoria. Com o carro parado, a partir de duas semanas, não apenas a bateria necessita de atenção, mas pneus, freios, borrachas, embreagem e lataria também sofrem com a falta de uso e precisam de manutenção adequada.

Veículos que ficam muito tempo sem ir às ruas precisam de manutenção. A bateria é, sem dúvida, o elemento que mais sofre. Como ela é carregada pelo funcionamento do alternador, que por sua vez está ligado ao motor do carro, é preciso fazer motor funcionar, pelo menos a cada três dias. Mas, atenção, o carro não deve ser deixado ligado em uma garagem fechada. A emissão dos gases de escapamento pode causar intoxicação grave, o ideal é ligá-lo ao ar livre ou, melhor ainda, dar uma volta com ele na rua. Se não for possível ligar o carro regularmente, então é melhor desligar o cabo negativo da bateria. Alguns componentes do veículo, como o sistema de som, podem se desprogramar, mas, em compensação, a energia do acumulador vai ficar mais preservada.

 

MANUTENÇÃO

Outro cuidado é com o combustível. Gasolina parada no tanque pode passar do prazo de validade e começar a formar uma “borra” no fundo do tanque. “Isso pode comprometer o funcionamento da bomba, filtros e injetores, lembra Alexandre Costa. O ideal é não deixar o carro sem uso com o tanque cheio. Preferencialmente utilize etanol, gasolina aditivada ou gasolina premium. No caso do motores a diesel, o cuidado deve ser maior porque o combustível “apodrece” no tanque e condensa água. Aí, para fazê-lo funcionar novamente, é preciso retirar todo o diesel velho.

Freios também merecem atenção. No caso do freio de mão, é melhor não deixá-lo acionado porque pode “colar” as lonas. O câmbio também deve estar desengrenado para não forçar o sistema. Pneus quando ficam parados por muito tempo tendem deformar ou até ressecar a borracha. Uma maneira de prevenir esse problema é calibrar com cinco libras a mais de pressão ou então, providenciar cavaletes de oficina, para que o carro fique suspenso. Por fim, a lataria. Se o carro ficar exposto ao meio ambiente, sol, chuva, fezes de pássaros, tudo é ameaça.

Se não puder deixar o veículo numa garagem fechada, providencie uma capa plástica. Mas atenção. Só utilize capas de boa qualidade, com forro interno de tecido. A capa também é recomendada para os que vão guardar o automóvel num ambiente fechado. Protege a pintura da poeira e de animais ou insetos que apareçam para caminhar sobre a carroceria. Alexandre Costa ainda dá um conselho. O melhor mesmo seria deixar o carro aos cuidados de um parente ou amigo que pudesse levá-lo para passear pelo menos uma vez por semana. Se isto não for possível, siga as dicas para deixar seu possante bem preparado para quando voltar às ruas.”

 

 

Autor:Edilson Vieira
Fonte: (http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/veiculos/noticia/2017/05/04/carro-parado-tambem-exige-manutencao-281499.php)
+ Veja Também:   Carro batido? Como evitar problemas com sinistro
No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu