10 cuidados com cachorro na praia

10 cuidados com cachorro na praia

Caso você esteja querendo levar seu cachorro na praia ou mesmo se você for morador de alguma cidade no litoral, saiba de alguns cuidados com cachorro que você deve ter para evitar doenças que podem ser fatais.

 

  1. Cuidado com a dirofilariose ou doença do verme do coração

O mosquito que transmite a doença do verme do coração é comum no litoral! Por isso, mesmo que não leve seu cachorro à praia, tome cuidado com esta doença.

Moradores de cidades com praias, e mesmo aqueles que vão visitar e estão levando seus cachorros, mesmo não indo com eles a praia, é melhor prevenir contra a doença!

Confira nosso post e saiba como prevenir, já adianto que ela é fatal e humanos podem pegar: http://vocemaisseguro.com/verme-do-coracao-saiba-tudo-sobre-dirofilariose/

  1. Cuidados com a doença do carrapato!

Carrapato adora ambientes úmidos e quentes. Logo, locais próximos a praia normalmente tem essas duas características! Então fique atento!

+ Veja Também:   Vai ter cachorro na praia sim. Será?!

Para entender mais sobre a doença do carrapato leia nosso post sobre como ela: http://vocemaisseguro.com/doenca-do-carrapato/.

  1. Cuidados com cachorro na areia da praia:

A areia contem muita sujeira, inclusive fezes de outros animais: retire toda a areia do seu melhor amigo quando sair da praia, e evite que fique com areia no seu pelo, podendo causar dermatites. Se seu pet tiver dobrinhas como os buldogues e os pugs: limpe as dobrinhas! Veja no post sobre: http://vocemaisseguro.com/focinho-curto/.

  1. Cuidados com cachorro na água do mar

Ingerir a água salgada da praia em excesso pode gerar diarreia e acabar levando a desidratação. Em caso de diarreia intensa após a praia: ligue e informe ao seu veterinário, a desidratação pode também ser fatal para seu pet!

  1. Cuidados com cachorro com o sol e calor intenso na praia

Não leve seu cachorro no período das 11 horas até as 16 horas: o calor intenso também queima e causa desidratação.

  1. Dê água doce para ele se hidratar;

  2. Fique de olho caso apresente sinais de hipertermia

Sinais de hipertermia podem ser respiração ofegante, salivação em abundancia, olhar vidrado, vômitos. Fique atento!

  1. Caso ele entre na água, tome cuidado com os ouvidos dele, coloque algodão para que não entre água e cause otite.

  2. A água salgada pode causar dermatites na pele e alergias oculares!

Caso seu cachorro entre na água do mar: depois dê um banho de água corrente nele para retirar todo sal, e seque bem, evitando assim que fique com alergias.

+ Veja Também:   Cuidados com pet em caso de viagem

Cachorros como pugs e buldogues, tem dificuldade de nadar por causa da anatomia da cabeça deles, e podem acabar se afogando.

Por isso: não os deixe nadando sozinhos, ou mesmo use boias para garantir maior segurança.

 

Como vimos no nosso post “Vai ter cachorro na praia sim, será?!” ainda não há trechos nas praias brasileiras que sejam permitidos que os donos levem seus cachorros.  Saiba mais no nosso post sobre o movimento: Vai ter cachorro na praia sim, será? http://vocemaisseguro.com/vai-ter-cachorro-na-praia-sim-sera/

+ Veja Também:   5 cuidados com cachorro na COPA do Mundo se for deixar seu cachorro sozinho
No Comments

Post A Comment

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu