Vacina para cachorro : tudo que você precisa saber!

Vacina para cachorro : tudo que você precisa saber!

Você é dono de primeira viagem, ou está pensando em adotar/comprar, e quer saber se precisa dar vacina para cachorro? Vou te dar todas as informações necessárias e o passo-a-passo de todo processo de vacinação para cachorro – seja ele filhote ou já adulto!

Vacina para cachorro: primeira coisa: histórico do cachorro!

A primeira coisa que você deve saber e perguntar para o tutor atual do seu futuro cachorro é: se ele já foi vacinado e quais vacinas ele tomou. Se ele ainda não tomou nenhuma vacina, você terá que leva-lo imediatamente ao veterinário para fazer a vacinação.

Tenha em mente!

As vacinas que todo cachorro devem tomar são as vacinas múltiplas (V8 ou V10) e a vacina antirrábica.

Vacina para cachorro: filhotes

Os filhotes fazem três ciclos de vacinas múltiplas. O ciclo de vacina múltiplas começa a partir de 45 dias de vida – são ciclos de 21 dias entre elas. Se o seu novo cachorro ainda é filhote, verifique quantas doses ele já tomou. Se ainda não tomou nenhuma você precisa começar o ciclo então.

Ciclo de vacina para cachorro filhote

Todo cachorro pode tomar a primeira dose a partir de 45 dias de vida. A segunda dose será feita 21 dias depois da primeira (ou seja, com 66 dias de vida), e a última dose depois de 21 dias da segunda – ou seja com 87 dias de vida. Ao completar 129 dias de vida, o filhote deve tomar a vacina contra raiva.

+ Veja Também:   Como viajar de avião com cachorro ou gato? – saiba as regras

Pequena explicação para os ciclos

Eu sei que parece confuso e estranho, mas eu vou explicar de maneira rápida: o filhote recebe da mãe os seus anticorpos, através da amamentação. Com 45 dias começa o desmame dele. Então, ele vai aos poucos perdendo os anticorpos. Por isso, a primeira dose com 45 dias. Mas os anticorpos não saem automaticamente do corpo do filhote, é um processo gradual! Então as doses devem ser renovadas, para garantir que o próprio filhote realmente esteja criando sozinhos os anticorpos daquelas doenças. Então: primeira dose com 45 dias, segunda depois de 21 dias da primeira, e a terceira 21 dias depois da segunda dose.

O que é vacina múltipla?

A vacina múltipla é a V8 ou V10; não existe consenso sobre uma ser melhor do que a outra. A V8 protege contra:

– Cinomose – ver post sobre: http://vocemaisseguro.com/cinomose /

– Hepatite Infecciosa Canina

– Adenovirose
– Coronavirose
– Parainfluenza Canina
– Parvovirose Canina – ver nosso post sobre: http://vocemaisseguro.com/parvovirose-canina/
– Leptospirose canina

No caso, a V10 e V11 incluem variações da leptospira. Mas a verdade é que existem várias variações (mais de 250 tipos), e muitos dessas não tem evidencia aqui no Brasil. Então, vai variar a gosto do veterinário. A única regra é que uma das duas seja dada ao cachorro.

Vacinas para cachorros adultos

Se você resgatou um cachorro na rua e não sabe o histórico dele: se tomou as vacinas ou não, melhor fazer os três ciclos da vacina múltipla: três doses, com intervalo de 21 dias entre elas. E a vacina antirrábica. Igual ao filhote!

+ Veja Também:   Reveillon e os Pets: Como protegê-lo dos fogos de artifícios ?

Renovação Anual: vacinas para cachorro

Os cachorros tem um sistema imunológico muito diferente do nosso, por isso é necessário renovar a vacina múltipla e a antirrábica anualmente! É recomendado que antes ele vá ao veterinário para fazer um check-up e ver como está a saúde dele, e faça um processo de vermifugação também.

DICA:

Todos os planos de saúde para pet da Porto Seguro cobrem as vacinas múltiplas e consultas veterinárias. Você garante, assim, a saúde do seu cachorro, sem se preocupar com os custos de veterinário particular (lembre-se que os custos de veterinários no Brasil são todos particulares, não existem hospitais públicos; existem campanhas contra raiva que algumas prefeituras promovem, mas apenas contra raiva, a vacina múltipla ainda é feita apenas em clínicas veterinárias particulares). Além disso, em todos os planos da Porto Seguro, você pode agendar também atendimento domiciliar (Pet Home), que alivia o estresse de ter de levar seu pet até a clínica veterinária!

Reações comuns ao tomar a vacina

É muito comum que os donos fiquem assustados na primeira vez que o cachorro vai ao veterinário tomar vacina, principalmente donos de primeira viagem.

Os cachorros são espertos, e, ainda mais filhotes, costumam ser dengosos, e vão fazer um drama, como se estivessem indo para forca. Mas não se abale: dar vacina é obrigatório! Você está prevenindo de doenças que são fatais! Mesmo se seu cachorro fique em casa, sem contato com nenhum outro, ele precisa tomar as vacinas anualmente! Vírus se espalham no ar, e podem chegar a eles até mesmo através de você!

+ Veja Também:   Doença do Carrapato: tudo que donos de cães devem saber

É comum algumas alterações no comportamento do cachorro depois de vacinados:

  1. Ter febre
  2. Ficar com inchaço na região onde a vacina foi aplicada (endema)
  3. Cachorro fica um pouco desanimado, prostrado.

Se estes efeitos não passarem nas próximas 24horas, você pode entrar em contato com o veterinário.

E chegou o dia de levá-lo para vacinar – o que fazer:

Tente ficar calmo, se controle ao máximo, o cachorro sente quando o seu dono está agitado e nervoso, e vai “repetir” este comportamento. Converse com ele, e mostre que está sob controle, e está tudo “normal”. Um dica boa seria não levar crianças junto, sua atenção deve estar toda voltada para o cachorro. Se o animal tem histórico de ser mais bravo, melhor levar focinheira; mas o veterinário deve ter, apenas avise sobre uma possível reação mais agressiva. Animais doentes com diarreia, secreção ocular ou nasal, sem apetite não devem ser vacinados. Espere ele melhorar, e converse com o veterinário.

 

 

 

Fonte:

http://tudosobrecachorros.com.br/vacinas/

http://canaldopet.ig.com.br/cuidados/saude/2016-07-21/vacinas-cachorro.html

 

No Comments

Post A Comment

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu