O PRIMEIRO CACHORRO A GENTE NUNCA ESQUECE - 2 - Você Mais Seguro
17543
post-template-default,single,single-post,postid-17543,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

O PRIMEIRO CACHORRO A GENTE NUNCA ESQUECE – 2

O PRIMEIRO CACHORRO A GENTE NUNCA ESQUECE – 2

Conforme falamos no post anterior O PRIMEIRO CACHORRO A GENTE NUNCA ESQUECE , agora vamos dar dicas sobre como preparar o lar e determinar a rotina do seu novo inquilino (risos). Venha conferir nossas dicas para o seu mais novo melhor amigo, o seu cachorro.

Preparando a casa: à prova de filhotes!

Quem nunca teve cachorro não sabe, por exemplo, que existem alguns tipos de plantas que são tóxicas quando ingeridas por eles. Por esses e outros cuidados, para um dono de cachorro de primeira viagem é sempre bom dar uma olhada em volta e certificar que a sua casa já está preparada para receber seu cachorrinho: se ela está à prova de cachorros!

No caso de plantas, melhor prevenir, e coloca-las fora do alcance dos futuros moradores; não precisa jogar fora nem se desfazer delas. Outra preocupação é quanto aos objetos que são mais frágeis e podem ser facilmente quebrados: cachorros, ainda mais filhotes, são muito curiosos e nada cuidadosos. Melhor prevenir quando estamos falando de filhotes!

+ Veja Também:   Cuidados com a pele no verão

Outra preocupação é quanto a fios e cabos elétricos aparentes, ainda mais se for um filhote o novo morador da casa. Melhor tampar de alguma forma ou tirar de fora do alcance, caso não estejam sendo utilizados. Muito cuidado com os carregadores de celular que ficam nas tomadas, eles são alvos fáceis dos filhotes!

É muito importante um acompanhamento de um veterinário de perto. Procure um plano de saúde para cachorro pois são muitas consultas e exames necessários.

Por fim, estabeleça logo onde ficará os potes de água e ração, bem como a caminha e o tapetinho/jornal. Se tem algum lugar que você não queira que o seu cão frequente, existem grades, que você encontra em Pet Shops, que impedem a passagem e são ajustáveis e super práticas.

+ Veja Também:   Infecções na pele em cães de focinho curto e seus cuidados

+ Como detectar alergia em cachorro? – Alergia de alimentos

Determinando a Rotina do seu Melhor Amigo

Depois de refletir e analisar com toda a família e bater o martelo sobre a decisão de ter um cachorro, ainda são necessárias algumas decisões práticas em relação a rotina do cachorro.

Se você trabalha de casa, supervisionar seu cão, e estabelecer os horários de passeio não será um problema. Mas se você não fica sempre em casa uma boa opção é contratar um serviço de confiança de passeador de cães – que está cada vez mais comum, hoje em dia.

Agora se você vai deixar o cãozinho fazer suas necessidades em casa, nos tapetes higiênicos ou mesmo no jornal tradicional, nesse caso, será apenas uma questão de treinamento. Mas é sempre bom reservar algum momento do dia para algum passeio, que será tanto saudável para seu cão, quanto para você também.

+ Veja Também:   O primeiro cachorro a gente nunca esquece - 3

+ Seu cão pode estar pedindo ajuda

Pense um pouco sobre qual será a melhor escolha para a sua rotina e as necessidades do seu novo amigo.

Não se esqueça que algumas raças apresentam uma tendência em relação a alguns comportamentos, ainda mais se ficarem sozinhas por muito tempo: eles podem acabar latindo muito e incomodando os vizinhos.

E, por fim, não esqueça de analisar sobre os lugares onde o seu pet vai dormir: se você vai permitir que ele suba na cama ou mesmo no sofá, ou se vai deixá-lo circular livremente na casa durante à noite. É lógico que, mesmo estabelecendo certas regras com antecedência, com a chegada deles, algumas delas serão “adaptadas”, mas é sempre bom pensar e refletir sobre algumas dessas questões práticas do dia-a-dia.

+ Dicas para banho em cachorro

No Comments

Post A Comment

giay nam depgiay luoi namgiay nam cong sogiay cao got nugiay the thao nu